Ajude a CAJEC

Doe seu valor

Doe o valor que quiser

Doe 100 reais

Doe 100 reais

R$100,00

Doe 50 reais

Doe 50 reais

R$50,00

Doe 10 reais

Doe 10 Reais

R$10,00

Como ajudar

Siga nosso Instagram

Fevereiro Laranja o mês de combate a Leucemia. O fato é que a conscientização é o caminho
para o diagnóstico precoce. Sendo assim, combater o câncer desde o início aumentam as
chances de cura. Então, vamos lá: a Leucemia é uma doença maligna nos glóbulos brancos,
geralmente, de origem desconhecida e com característica do acúmulo de células doentes na
medula óssea. A medula óssea é responsável pela fabricação das células sanguíneas, e se ela
produz células anormais que não funcionam de maneira adequada, multiplicando-se
rapidamente e morrendo menos que as células normais, por fim, acabam sendo numerosas e
substituindo as células saudáveis, causando a Leucemia. Após a doença instalada, ela progride
rapidamente, exigindo que o tratamento seja iniciado logo após o diagnóstico.
Os principais sintomas são: fadiga, falta de ar, palpitação, dor de cabeça. Com a redução dos
glóbulos brancos, o que provoca a baixa imunidade, o organismo está sujeito a infecções
muitas vezes graves e recorrentes. Ainda, com a diminuição das plaquetas, ocasionam
sangramentos, sendo mais comuns das gengivas e pelo nariz e manchas roxas e/ou pontos
roxos na pele. Podem também apresentar gânglios linfáticos inchados que não doem no
pescoço e axilas; febre ou suor noturno; perda de peso sem motivo; desconforto abdominal;
dores nos ossos e nas articulações. Se a doença afetar o Sistema Nervoso Central, podem
surgir dores na cabeça, náuseas, vômitos, visão dupla e desorientação. Fonte:
https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/leucemia
Por isso, percebendo algum sintoma vá ao médico e faça uma avaliação. Vale reforçar que a
prevenção é combater o câncer, então, consulte regularmente o médico para exames e
acompanhamentos de rotina. Juntos somos mais fortes!
#cajec #leucemia # cancerinfantil #cancerinfatojuvenil #diagnosticoprecoce
Fevereiro Laranja o mês de combate a Leucemia. O fato é que a conscientização é o caminho para o diagnóstico precoce. Sendo assim, combater o câncer desde o início aumentam as chances de cura. Então, vamos lá: a Leucemia é uma doença maligna nos glóbulos brancos, geralmente, de origem desconhecida e com característica do acúmulo de células doentes na medula óssea. A medula óssea é responsável pela fabricação das células sanguíneas, e se ela produz células anormais que não funcionam de maneira adequada, multiplicando-se rapidamente e morrendo menos que as células normais, por fim, acabam sendo numerosas e substituindo as células saudáveis, causando a Leucemia. Após a doença instalada, ela progride rapidamente, exigindo que o tratamento seja iniciado logo após o diagnóstico. Os principais sintomas são: fadiga, falta de ar, palpitação, dor de cabeça. Com a redução dos glóbulos brancos, o que provoca a baixa imunidade, o organismo está sujeito a infecções muitas vezes graves e recorrentes. Ainda, com a diminuição das plaquetas, ocasionam sangramentos, sendo mais comuns das gengivas e pelo nariz e manchas roxas e/ou pontos roxos na pele. Podem também apresentar gânglios linfáticos inchados que não doem no pescoço e axilas; febre ou suor noturno; perda de peso sem motivo; desconforto abdominal; dores nos ossos e nas articulações. Se a doença afetar o Sistema Nervoso Central, podem surgir dores na cabeça, náuseas, vômitos, visão dupla e desorientação. Fonte: https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/leucemia Por isso, percebendo algum sintoma vá ao médico e faça uma avaliação. Vale reforçar que a prevenção é combater o câncer, então, consulte regularmente o médico para exames e acompanhamentos de rotina. Juntos somos mais fortes! #cajec #leucemia # cancerinfantil #cancerinfatojuvenil #diagnosticoprecoce